VISLUMBRES


View My Stats

terça-feira, 15 de abril de 2014

RELEMBRO



(Soneto em decassílabo heróico)

Relembro um rio que em gesto resoluto
Cresce em caudal e soma em quantidade
A mesma urgência com que agora eu luto
E me dá força enquanto houver vontade;

Porque um poder perverso e dissoluto
Se nos impõe, esmagando a dignidade,
Sejamos fio de outro qualquer soluto
Que, em nos enchendo, engendre outra vontade!

Relembro o sangue em veias indomadas
E esta emergência em nós, sempre crescente,
Que nos transforma as mãos mais desarmadas

Em espada erguida sobre o prepotente
Que ensombra as águas vivas, libertadas,
Duma outra força antiga e sempre urgente!


Maria João Brito de Sousa – 15.04.2014 – 10.39h

Ao povo que, em Abril de 1974, desobedeceu a uma ordem directa e, invadindo as ruas, transformou um golpe militar numa verdadeira revolução!

A todos nós!

(Não me foi possível carregar a imagem)

111 comentários:

Mar Arável disse...

Em Abril
os cravos vermelhos
voam
nas asas das papoilas

Bjs

Maria João Brito de Sousa disse...

:) Obrigada, Mar Arável!

Vou aí!

Lídia Borges disse...


Obrigada por tão belo louvor!

A(s) imagem(s) é/são-nos sugerida(s) com nitidez pelo poema.


Um beijo

Maria João Brito de Sousa disse...

Um grato beijo, Lídia!

Manuel Veiga disse...

"E Abril seja límpido/E claro/E a justiça viceje no rosto do meu Povo./E na boca dos famintos..."

empolgante e belo. teu poema.

beijo

Maria João Brito de Sousa disse...

Que assim seja, Heretico!

Abraço!

Maria Emilia Moreira disse...

Um belo momento que passei aqui! Relembrar e cantar Abril sempre!
Correr com estes politiqueiros é urgente!
Parabéns pelo soneto, Maria João.

Nilson Barcelli disse...

Ler estes teus sonetos é ficar embasbacado com tanto talento.
Pois é, arrasaste de novo. Excelente...!!!
Maria João, minha querida amiga, tem uma boa Páscoa.
Beijo.

Maria João Brito de Sousa disse...

Obrigada, Maria Emília! Sim, é urgente!

O meu abraço!

Maria João Brito de Sousa disse...

Obrigada, Nilson!

Estou um pouco atrapalhada porque, de repente, perdi a a possibilidade de publicar aqui e vi-me na necessidade de criar um novo perfil Google+ para conseguir responder aos vossos comentários. Nem sequer sei como poderei voltar a publicar por cá...

O Puma disse...

Em MAIO
recriar os cravos

Maria João Brito de Sousa disse...

Que assim seja, Puma! Lembrá-los e não deixar que outros lhes deturpem o significado!

Entretanto, este blog terá de ficar por aqui... há uns dias, alguém entrou na minha conta - alguém perto de Viseu, segundo o alerta do Google - e fiquei sem acesso ao blogger. Fui obrigada a criar um novo perfil Google +, mas continuo sem acesso que não seja esta possibilidade de responder aos vossos comentários, como outro utilizador qualquer.

Abraço!

Unknown disse...



thank you

سعودي اوتو

António Je. Batalha disse...

Passando pela net encontrei o seu blog, estive a folhear achei-o muito bom, feito com muito bom gosto.
Tenho um blog que gostava que conhecesse. O Peregrino E Servo.
PS. Se desejar fazer parte dos meus amigos virtuais faça-o de forma a que eu possa encontrar o seu blog para o seguir também.
Que haja paz e saúde no seu lar.
Com votos de saúde e de grandes vitórias.
Sou António Batalha.
http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/

Sérgio Ribeiro disse...

Foi reconfortante a visita. Ao longo do tempo, tenho-me auto-confinado nas viagens por estas vias e redes, o que por vezes lamento. Mas compensa, pelas boas surpresas. Obrigado por esta.
Neste dia, há 46 anos, fui preso pela PIDE... para vir a ter indizível alegria de nascer outra vez ao sair de Caxias na madrugada de 27 de Abril!.
Obrigado!

Maria João Brito de Sousa disse...

:) Muito obrigada por partilhar comigo essa alegria, Sérgio!

Também lhe agradeço por me ter ajudado a descobrir que ainda posso, pelo menos, comentar neste blogue que há anos me estava inacessível.

Mau-tempo disse...

li como se a Maria João o tivesse escrito hoje. muito bom.

Maria João Brito de Sousa disse...

Obrigada, Mau-tempo.

Hoje, voltaria a escrevê-lo, se o não tivesse já escrito :)

Fackel disse...

También hay muchos españoles que no olvidamos nunca la fecha del 25 de Abril.

https://laantorchadekraus.blogspot.com/2020/04/una-grandola-cuarenta-y-seis-anos-vista.html

Salud y resistencia.

Maria João Brito de Sousa disse...

Gracias, Fackel.

Salud e esistencia!

Maria João Brito de Sousa disse...

resistecia, digo.

São disse...

Abril , sempre e cada vez mais !

Bom fim de semana e abraços.

Maria João Brito de Sousa disse...

Sim, Abril sempre e cada vez mais!



Bom fim-de-semana e um abraço, São!

Ana Tapadas disse...

É um grande soneto: na sua perfeição formal, na sua força semântica!
Beijo

Maria João Brito de Sousa disse...

OBRIGADA, ANA :)

SE QUISER ESPREITAR O MEU TRABALHO DE TREZE ANOS, CONTINUO A PUBLICAR QUASE DIARIAMENTE EM poetaporkedeusker.blogs.sapo.pt

BEIJO

silvioafonso disse...

Lindos seus versos, Maria João.
Vou seguir essa poeta.
Um beijo musical.

Maria João Brito de Sousa disse...

Obrigada, Silvio!

Deixei de ter acesso a este blog, estou a editar diariamente- ou quase... - em poetaporkedeusker.blogs.sapo.pt


Abraço!

© Piedade Araújo Sol (Pity) disse...

Maria João

escrito em 2014, mas sempre actual
Abril sempre!

Continuação de boa semana.
beijinhos
:)

Maria João Brito de Sousa disse...

Muito grata, Piedade!

Abril sempre!!!

Beijinhos :)

© Piedade Araújo Sol (Pity) disse...

Maria João

Obrigada pela visita!

(Não encontro outro blogue seu)

Beijinhos

:)

Maria João Brito de Sousa disse...

Piedade, estou a publicar diariamente no https://poetaporkedeusker.blogs.sapo.pt/

Luiz Gomes disse...

Boa tarde tudo bem? Sou brasileiro, carioca e procuro novos seguidores para o meu blog. E seguirei o seu com prazer. Novos amigos também são bem vindos, não importa a distância.

https://viagenspelobrasilerio.blogspot.com/?m=1

Maria João Brito de Sousa disse...

Amigo Luiz Gomes, deixei de ter acesso a este blog. Estou há mais de doze anos a publicar diariamente em http//poetaporkedeusker.blogs.sapo.pt/

Obrigada!

Agnieszka Mikołajczyk disse...


Funny pictures made me laugh.

silvioafonso disse...

Gosto de ler essas coisas. Olha como
fica o meu braço, oh! Arrepiadão, não
é mesmo?
Beijos. Ah, não demora passa. Passa
porque outras situações semelhantes
passaram e não será esse vírus que vai
nos matar, pelo menos a nós.

Maria João Brito de Sousa disse...

OBRIGADA, SÍLVIO AFONSO... JÁ NÃO TENHO ACESSO A ESTE BLOG HÁ ALGUNS ANOS, AGORA ESTOU NA PLATAFORMA DON SAPO EM PUBLICAÇÃO DIÁRIA https://poetaporkedeusker.blogs.sapo.pt/

QUANTO AO SARS-CoV-2... BEM, É UM POUCO COMO A ROLETA RUSSA...

vieira calado disse...

Olá!

Clássico, mesmo, sem dúvida!

Gostei!

Saudações poéticas!

A.S. disse...

Belissimo poema!
Uma maravilhosa expressão poética.
Gostei muito!

Maria João Brito de Sousa disse...

Muito obrigada, amigo Vieira Calado!

Saudações poéticas!

Maria João Brito de Sousa disse...

Muito grata, A.S.

Estou a publicar diariamente em poetaporkedeusker.blogs.sapo.pt

Abraço!

silvioafonso disse...

Maria João. Meu Deus que nome
mais lindo...
Quando eu crescer e tiver filhos a
menina terá o seu nome.
Beijos e boa noite.

Maria João Brito de Sousa disse...

Será uma honra para mim, Sílvio :)

Abraço!

Tintinaine disse...

Um blog inactivo desde 2014 e continua a merecer comentários!
Achei que valia a pena referir isso!

AvoGi disse...

Seja do ido 2014 seja do ido mês as palavras mantêm-se actuais
Obrigada pela visita
Kissssss

Maria João Brito de Sousa disse...

Obrigada, avó Gi.

Este blog deixou de me estar acessível. Estou agora e há quase treze anos em poetaporkedeusker.blogs.sapo.pt

Beijinho

chica disse...

Maria, vim lá da Elvira pra deixar um abraço e desejar que fiques bem.Li teu comentário hoje lá! Boa sorte.Força! beijos ,chica

Maria João Brito de Sousa disse...

Obrigada, Chica!

Beijinhos

SILO LÍRICO - Poemas, Contos, Crônicas e outros textos literários. disse...

Prezada amiga Maria
João "e" Brito de Sousa
Em tua alma repousa
A luz terna que alumia

Outras almas! A poesia
Tua, se eterniza em lousa
Empedernida qual cousa
Viva e vibrante que envia

De volta à alma irmã
A luz terna da manhã
Do amor, cantando a aurora

Que permeia a sombra vã
Fornecendo uma luz sã,
Luz da beleza que a cora.

Teus sonetos são maravilhosos, Maria! Portugal precisava de uma nova Flor Bela Espanca! Abraço cordial! Laerte.

Juvenal Nunes disse...

Admirável soneto a reviver a revolução de 25 de abril de 1974.
Abraço poético.
Juvenal Nunes

Maria João Brito de Sousa disse...

Boa tarde, Silo Lírico :) Não tenho esse "e" antes do Brito, tenho um simples "de" que já vai, pelo menos, na quarta geração destes Sousas.

A este blog, há muito deixei de ter acesso enquanto autora. Também perdi o acesso ao sonetosnofiodanavalha.

Continuo a publicar no Sapo em poetaporkedeusker.blogs.sapo.pt

Muito obrigada pelo belíssimo sonetilho.

Abraço!

Maria João Brito de Sousa disse...

Muito grata, Juvenal.

Forte abraço!

Juvenal Nunes disse...

Distante no tempo, mas atual na mensagem.
Abraço poético.
Juvenal Nunes

Maria João Brito de Sousa disse...

Muito grata, Juvenal Nunes!

Abraço!

silvioafonso disse...

Maria João, meu amor. Falamos
em você lá em "casa", hein!
Beijos.

Maria João Brito de Sousa disse...

Muito grata e honrada pela distinção, Sílvio!

Bjs

silvioafonso disse...

Seus palavras me deixaram assim, oh!
Todo arrepiado. Gente, que vírus
filha da mãe...
Um beijo e obrigado pela aula de
conhecimento.

Maria João Brito de Sousa disse...

Há vírus bem piores, Sílvio; este apenas está a ser
muito bem aproveitado por interesses menos confessáveis... mas óbvios!

Bjs

silvioafonso disse...

Que medo...

Maria João Brito de Sousa disse...

O medo é natural, mas não ajuda muito... Cabeça fria e
..."Relembro o sangue em veias indomadas
E esta emergência em nós, sempre crescente,
Que nos transforma as mãos mais desarmadas

Em espada erguida sobre o prepotente
Que ensombra as águas vivas, libertadas,
Duma outra força antiga e sempre urgente!


Maria João Brito de Sousa – 15.04.2014 – 10.39h"

Graça Pires disse...

Obrigada pelas palavras deixadas no meu "Ortografia". Aguardo que actualize este seu espaço para a seguir também.
Um beijo.

Maria João Brito de Sousa disse...

O prazer foi todo meu, Graça. Perdi o acesso a este blog há vários anos, mas mantenho publicações diárias no poetaporkedeusker.blogs.sapo.pt

Bjo

silvioafonso disse...

Estou procurando a namorada
que um dia, se Deus quiser,
me dará uma filha que chamará
Maria João, como você. Adoro.
Beijos e beijos, muitos.

Maria João Brito de Sousa disse...

Será uma honra para mim, Sílvio :)

Beijos!

silvioafonso disse...

Esse hino, de que falam, é mais
u'a marcha, não é não?
Ah, viu?, eu sabia...
Beijos e risos.

Maria João Brito de Sousa disse...

Não, Sílvio; é hino, mesmo :)

Bjs

orvalhos poesia disse...

Um belo dia que nos trouxe a liberdade e nos uniu mais como povo, nos despertou para que não a deixemos roubar de novo... estou confiante apesar de nem tudo correr de feição.
Como sempre deliciei a ler-te.

bj.

silvioafonso disse...

Esse meu ouvido já não diz
ao que veio...
Beijos, Maria João. Beijos.

Andreia Inoue disse...

Olá, tudo bem? Sou a Andréia Inoue e escrevo principalmente sobre exposições e peças teatrais. Novos amigos são bem vindos, quero conhecer o seu conteúdo e te convidar para seguir o meu Blogger.
https://andreia-inoue.blogspot.com

Reflexos Espelhando Espalhando Amig disse...

Maria,
Devemos estar
sempre prontos
para a luta da
sobrevivência.
Bjins
CatiahAlc.

Maria João Brito de Sousa disse...

Acredite que tenho muitas décadas de prática, no que toca a sobrevivência, Reflexos :) Literalmente.

Obrigada e um abraço!

A.S. disse...

Maravilhoso soneto Maria João!
A TODOS NÓS!...

Saudações poéticas!

" R y k @ r d o " disse...


Porque não poemas novos?
Gostei muito deste poema.
.
Abraço poético
.
Pensamentos e Devaneios Poéticos
.

silvioafonso disse...

Posso até tropeçar nas minhas
próprias pernas, mas deixar de
dançar, qualquer que seja o ritmo,
ah, isso eu não vou. Claro que
não.
Maria, um beijo.

Maria João Brito de Sousa disse...

A.S., muito grata!

Ryc@rdo, não me fale em poemas novos quando há treze anos continuo a publicar diariamente no poetaporkedeusker.blogs.sapo.pt . Tenho uma vastíssima obra em todos os formatos do soneto clássico e não tenciono parar enquanto viver. A este blog, há muito que deixei de ter acesso.

Silvio, dance sempre que isso lhe aprouver.

Um abraço para vós!

Maria Eu disse...

Belíssimo!
Que Abril se eternize em liberdade renovada!

Beijinho :)

جوجو واحد بس disse...


شركة كشف تسربات المياه بسيهات وراس تنورة
شركة كشف تسربات المياه بالخبر
شركة مكافحة حشرات بالطائف
شركة كشف تسربات المياه بينبع

جوجو واحد بس disse...




شركة مكافحة حشرات بينبع
شركة تسليك مجارى بينبع
شركة تنظيف منازل بينبع
شركة تنظيف منازل بعرعر
شركة كشف تسربات المياه بالقطيف
شركة صيانة وانشاء مسابح بالقطيف
شركة تنظيف منازل بالطائف
شركة تنظيف مجالس وكنب بالدمام
شركة كشف تسربات المياه بالدمام
شركة كشف تسربات المياه بالاحساء


جوجو واحد بس disse...




خدمات شركة ركن الامثل بالمنطقة الشرقيه 0502644550 وتقديم كافة الخدمات المنزلية

شركة تسليك مجارى بالخبر
شركة المثالية للتنظيف بالدمام
شركة مكافحة حشرات بالخبر
شركة تسليك مجارى بالدمام
شركة مكافحة حشرات بالدمام
شركة تسليك مجارى بالقطيف
شركة مكافحة حشرات بالقطيف
شركة تنظيف منازل بحفر الباطن
شركة مكافحة حشرات بحفر الباطن
شركة تسليك مجاري بحفر الباطن

Maria João Brito de Sousa disse...

شركة كشف تسربات المياه بسيهات وراس تنورة
شركة كشف تسربات المياه بالخبر
شركة مكافحة حشرات بالطائف
شركة كشف تسربات المياه بينبع!!!!

Maria João Brito de Sousa disse...


لست مهتمًا بالاتصال بأي نوع من الشركات. أنا فقط أنتج الشعر. شكرا
last mhtmana bialaitisal bi'ayi nawe min alsharikati. 'ana faqat 'antij alshuer. shukraan

Rajani Rehana disse...

Beautiful blog

Rajani Rehana disse...

Please read my post

A.S. disse...

Excelente!
Um grito de Liberdade, que tantas vezes temos vontade de soltar!
Porque... precisamos reafirmar Abril a cada instante!...

Marta Vinhais disse...

Olá, vim através do Blog " Só te peço 5 minutos"...
O lobo é um sobrevivente e uiva para que sintam que está presente...
Como o humano tem que gritar... para se libertar....
Beijos e abraços
Marta

Maria João Brito de Sousa disse...

Muito obrigada pelas suas palavras, Marta :)

Há anos que deixei de ter acesso a este blog; agora publico diariamente, e desde Janeiro de 2008, no poetaporkedeusker.blogs.sapo.pt

Beijos e abraços :)

São disse...

ESpero que esteja tudo bem consigo.

Beijinhos

Maria João Brito de Sousa disse...

Nem por isso, São. Obrigada pelo seu cuidado.

Abraço!

ematejoca disse...

Na minha memória ficam para sempre os sonetos de uma extraordinária qualidade.
É a minha resposta ao comentário que deixou no „brancas nuvens negras“
Abraço, desejando-lhe tudo de bem.

Maria João Brito de Sousa disse...

:) O meu grato abraço, Teresa!!!

martelo , maceta disse...

As desculpas por não ter agradecido o seu comentário anterior, algures no meu blog... ao reler alguns comentários confirmei.

E este poema diz muito do que se viveu em 74 e eu estive lá mesmo no alvo... só quem viveu em céus cinzentos sabe o sabor da liberdade.

Maria João Brito de Sousa disse...

OBRIGADA, MACETA!

SIM, TAMBÉM EU VIVI ESSES TEMPOS SOMBRIOS...

DEIXEI DE TER ACESSO A ESTE BLOG; AGORA ESTOU DIARIAMENTE NO (POETAPORKEDEUSKER.BLOGS.SAPO.PT)

ESCREVO EM MAIÚSCULAS PORQUE VEJO MUITO, MUITO MAL.

ABRAÇO!

SILO LÍRICO - Poemas, Contos, Crônicas e outros textos literários. disse...

Olá, Maria João,
Quanto tempo eu não via
Tua linda poesia...
Mas eis que agora, então,
Fazendo uma revisão
Em blogs achei o espaço
Belíssimo espaço e faço
A ti minha saudação.

E eu voltarei, Maria
Com muito gosto e prazer
Para constatar e ler
A tua bela poesia
Que me dá muita alegria
Ao ver um poema perfeito
Com conteúdo do jeito
Que aprecio e me dá
Inspiração como já
Me deixou sob teu preito.

Parabéns pela postagem! Abraço cordial. Laerte.

Maria João Brito de Sousa disse...

Por aqui, tão só comento,

Já não consigo editar

E não vou sequer tentar...

Lamento, amigo, lamento,

Mas fico-lhe agradecida

Pela trova aqui deixada

Que retribuo encantada

Por me saber não esquecida!
*

Maria João
*

Muito obrigada e um abraço, Laerte!

lis disse...

Oi Maria João
Ah que bom tê-la lá nos meus comentários.
Sei que não tens publicado e mesmo assim consegues interagir e o fazes
com alegria.
Uma honra sua presença _ uma poeta que sempre admirei,
Poucas vezes estive por aqui, mas por descuido e links que somem sem que saibam porque.
faz parte do grupo de amigos e te vejo, sempre.
beijinhos e bons dias.

Maria João Brito de Sousa disse...

:) Olá, Lis!

Todos os dias publico no https://poetaporkedeusker.blogs.sapo.pt/

Obrigada e beijinhos :)

Reflexos Espelhando Espalhando Amig disse...

Relembrar...
é sempre uma parte
bonita da vida.
Bjins
CatiahoAlc.

Margarida Pires disse...

Que nunca se desista de sonhar com um novo amanhã!
Um grande beijinho!
Megy Maia🌺🍀🍂

Sérgio Ribeiro disse...

Obrigado pela poesia-combate lúcido, pelo estímulo.
Enquanto temos força, somos!
E a nossa força vai para além do que fazemos
(do que vemos, ouvimos e lemos...)

Muito obrigado!

Maria João Brito de Sousa disse...

Há muito que deixei de poder aceder a este blog, Sérgio; continuo a escrever/lutar como posso e sei no poetaporkedeusker.blogs.sapo.pt que vou conseguindo manter actualizado há quase 14 anos.

Sou eu quem lhe agradece.

SEM TÍTULO
*


Nossa barca, de sonhos construída,

É do mar que retira os alimentos

E, mal ou bem, enfrenta os elementos

Com que se confrontar. É morte ou vida!
*


Vogara outrora por ânsias movida

De novas terras, glória e condimentos

Que o tempo era então tempo de portentos

E esta humana nave era aguerrida
*


Cresceu, porém, a barca. A do presente,

Navega noite e dia um mar diferente

E já não será glória o que procura,
*


Que antes avança em busca da Verdade;

No bojo leva a própria humanidade

E a força que hoje a move é razão pura.
*



Mª João Brito de Sousa

16.12.2021 - 10.30h

João Santana Pinto disse...

Antes de chegar à data e ao propósito final, fui pensando o quanto se adequava à situação vivida no presente.
E nos últimos anos houve progressos a nível de liberdades de direitos e garantias (pandemia à parte) , contudo a este nível (o dos direitos) nunca os devemos dar como garantidos e o seu poema retrata a força e a coragem necessárias para manter a “voz”

Abraço e bom fim de semana

Maria João Brito de Sousa disse...

Grata, João Santana Pinto! Há muitos anos que deixei de ter acesso a este meu blog. Mantenho a minha "voz", desde Janeiro de 2008, em https://poetaporkedeusker.blogs.sapo.pt/

Abraço e bom fim-de-semana!

Rehoboth disse...

very nice post

visit us at https://www.rehobothorganicfarms.com/supernapier

Sérgio Ribeiro disse...

Que visita agradável foi esta!
Obrigado

Reflexos Espelhando Espalhando Amig disse...

Seu espaço e delicado
parece parado no tempo
mas não no
espaço.
Bjins
CatiahoAlc.

Maria João Brito de Sousa disse...

Este espaço está mesmo parado no tempo, Reflexos...

Continuo a publicar diariamente no poetaporkedeusker.blogs.sapo.pt :)

Bjins :)

ematejoca disse...

É o único espaço que encontro, Maria João.
Enquanto procuro o espaço actual, deixo aqui um abraço forte e solidário 🕊

Maria João Brito de Sousa disse...

Ok, Teresa :)

Outro forte e solidário abraço para si!

Daniela Silva disse...

É um belo poema :) beijinho

danielasilva90.blogspçotl.com

Maria João Brito de Sousa disse...

Obrigada, Daniela. Deixei há muito de ter acesso a este blog mas continuo a publicar diariamente em https://poetaporkedeusker.blogs.sapo.pt/

Beijinhos :)

Jeanne Geyer disse...

Bravíssimo poema, parabéns! Arrisco umas poesias mas não tenho esta capacidade. Estou te seguindo, gostei muito. Estou com um novo blog, uma nova proposta, te convido a conhecer e me seguir por lá, abraços! ;) https://botecodasletras2.blogspot.com/

Maria João Brito de Sousa disse...

Não vale a pena seguir-me neste blog, Jeanne Geyer; deixei de ter acesso a ele há muitos anos. Continuo a publicar diariamente no poetaporkedeusker.blogs.sapo.pt

Abraços!