VISLUMBRES


View My Stats

sexta-feira, 19 de abril de 2013

SONETO DE AMOR À LÍNGUA PORTUGUESA

(Em decassílabo heróico)



Sussurra-me, esta voz que me acompanha
E aqui se assume inteira e colectiva,
Um gesto que em palavras se desenha
Pr`a cumprir-se em canção; sonora e viva!

Então, como se a voz me fora estranha,
Dona de autonomia e quase altiva,
Flui por mim toda até que em mim se entranha
Pr`a me deixar, depois, de si cativa…

Mil palavras me nascem no momento
Em que faço da voz discernimento
E amor à língua-mãe que me norteia

Porque ela me ultrapassa em “sentimento”
E consegue dar voz ao que nem tento
Se acato o que outra língua em mim cerceia…




Maria João Brito de Sousa -17.04.2013-18.32h

16 comentários:

AC disse...

Uma língua, um respirar, muitos sentires...
A Língua Portuguesa é riquíssima, Maria João!

Beijo :)

Maria João Brito de Sousa disse...

Beijo, AC!

Sim, a nossa língua é duma imensa riqueza... dela sei muito menos do que gostaria de saber, mas o suficiente para a moldar em sonetos... e é bela, AC!

heretico disse...

um verdadeiro Hino à Mátria qu somos.

uma belíssima paleta de som, o teu soneto.

grato pelo privilégio de ler-te.

Maria João Brito de Sousa disse...

Grata pelo privilégio de ler-te também a ti, Heretico!


Abraço grande!

Nilson Barcelli disse...

Soberbo.
Foi a primeira palavra que me veio à mente para qualificar o teu soneto.
Porque é mesmo muito bom, na forma e no conteúdo.
Querida amiga Maria João, tem um bom fim de semana.
Beijo.

Maria João Brito de Sousa disse...

Um bom fim de semana e obrigada pelas tuas palavras, Nilson!

O meu abraço!

Lídia Borges disse...

"Mil palavras me nascem no momento
Em que faço da voz discernimento"

Precioso.

Obrigada por tanto.

Um beijo

Maria João Brito de Sousa disse...

Obrigada, Lídia!

Espero ainda voltar a escrevê-los, quando a minha situação de saúde melhorar um pouco...

Estou muito contente por ti! Renovo o meu abraço de parabéns!

Evanir Garcia disse...

Maria.
Fui até o blog da querida Maria Luisa vejo você sempre lá Maria Luisa é muito especial para todos nós.
Eu achei lindo seu poema nunca postei nada seu no meu blog ,
mais acredite são lindos seus poemas.
Gostaria de postar caso permitir
por gentileza me envia autorização .
evanir_garcia@hotmail.com
Deus abençoe seu final de semana beijos , Evanir.

Maria João Brito de Sousa disse...

Grata pela visita e pelas suas palavras, Evanir!
Fico muito contente e aceito o convite para a partilha do meu soneto em decassílabo heróico. Também crio muito o soneto em verso eneassilábico que tem uma cadência muito bela e combativa.

Faça favor!

Abraço grande

Maria João

may lu disse...

A linguagem conversa através do olhar, do toque, da escrita... Ela toca a alma da gente que nem um abraço apertado, fazendo brotar falas, letras, palavras... é só deixar as portas abertas.

Agradecida por sua visita, um abraço cheio de delicadezas!!!

Maria João Brito de Sousa disse...

Grata por mais esta visita, May Lu!

O meu abraço!

Nilson Barcelli disse...

Reli.
E voltei a deliciar-me.
Um beijo, querida amiga Maria João.

Maria João Brito de Sousa disse...

Falha minha, Nilson... já deveria ter actualizado este blog!

O meu abraço!

Maria Emilia Moreira disse...

Andei por aqui e descobri esta bela homenagem à Língua Portuguesa que tão maltratada anda!
Parabéns pelo soneto maravilhoso.
M. Emília

Maria João Brito de Sousa disse...

Muito obrigada pela visita, Maria Emília! Tem toda a razão; a nossa língua anda muitíssimo maltratada!

O meu abraço!