VISLUMBRES


View My Stats

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

ANJO IMPREVISTO



Sinto-te vir, mais suave do que a prece…
Volteia sobre mim, Anjo Imprevisto!
És o jorrar de um néctar que conquisto
No culminar de um corpo que adormece!

De tudo o que na vida me acontece
Sempre que o isco surge e não resisto,
És bem menos provável – nisso insisto! –
Do que um dia a romper, quando anoitece…

Portanto, anjo impossível que não esqueço,
Adeja sobre mim quando adormeço,
Conquista-me este sonho e vai-te embora!

Pois tu não sabes que eu não tenho preço,
Que acordo, me reinvento e te despeço!?
[meu assombro é lunar, não se demora...]





Maria João Brito de Sousa – 20.11.2010 – 18.03h

5 comentários:

Vitor disse...

O Anjo pode ser imprevisto,o mesmo já não se poderá dizer de quem tão bem por aqui declama.

Parabéns Maria João

Bj*

pekenasutopias disse...

Obrigada, Vitor!
Não sei o que se está a passar com o sapo... na terça feira ainda conseguia entrar, embora com muitas intermitências, mas hoje não consigo...
Abraço grande!

Maria Luisa Adães disse...

Maria João

Parto este domingo, dia 5 de Dezembro de 010, ás 11h de Portugal

Tão decepcionada me encontro que não levo pc!

Tudo é teatral,
Eu acabei de representar
minha última peça.

Não é sensual,
é apenas um términus
de um começo
e isso pouco interessa.

Então eu parto...
meu valor se esvaíu
com a chuva que caíu.

Deixo o campo aberto
e talvez não volte!

Foste a única ilusão
que se manteve de perto!

Te agradeço,

Maria Luísa

optimismo em construção disse...

Maria José
Venho desejar-lhe que o seu Natal seja celebrado numa reinvenção constante e que um anjo imprevisto lhe traga aquilo que mais sonha. Muita paz e alegria para si.
Teresa

optimismo em construção disse...

UPS! Enganei-me. Queria dizer Maria João. Poeta em todo o caso. Um abraço!